Arquivo do autor:TIMÃO DIÁRIO

Sobre TIMÃO DIÁRIO

Timão Diário é uma empresa voltada às atividades do mundo Corinthians e também dos esportes em geral do clube. Somos um portal de informação e notícias, entretenimento e serviços, voltado para o público apaixonado pelo SCCP. A partir de 2012, nossa atividade abrigará conteúdos mais diversos, voltados a nossa Republica Popular do Corinthians. O Timão Diário pretende ser um espaço para difundir boas idéias e ser democrático para os apaixonados possam enviar seus recados e discutirmos sobre os rumos do TIMÃO. Também não deixaremos de criticar quando necessário nossos dirigentes e organizações da Fiel quando suas posturas venham atrapalhar o desempenho do Time nos campeonatos. Contamos com a ajuda de todos neste projeto que permita dar mais informação às pessoas sobre o futebol do Timão. EQUIPE TIMÃO DIÁRIO. Visão, Missão e Valores . Visão Ser reconhecida como a principal empresa Brasileira, líder e inovadora, no comércio eletrônico de artigos de Futebol. Firme na crença e valores do esporte, fornecendo artigos que contribuam para dignificar e promover a felicidade dos apaixonados pelo Timão, aproximando culturas e valores, fundamentado em justiça e desenvolvimento. . Missão Liderança na prestação de serviços de alta qualidade, constante renovação e aprendizagem permanente, superando a expectativa dos leitores e promovendo a satisfação de nossos parceiros de negócios e colaboradores, com geração de resultados. . Valores Paixão pelo Corinthians, integridade e transparência nas relações, compromisso com a perenidade do negócio, inovação constante, respeito à diversidade, comunicação clara e precisa, com fundamentos em uma gestão de excelência empresarial.

TORCIDA FEMININA PRESENTE NA ARENA DA BAIXADA – Débora Silva

Apesar do Timão derrapar novamente no Brasileirão, e não jogando nada, perdeu para o fraco Atlético PR, nossa torcida sempre presente de todo Brasil acompanha o Corinthians.

Débora Silva que é de Curitiba esteve presente e enviou fotos, veja abaixo.

foto01 foto02


Guerrero deve ser liberado de segundo amistoso do Peru

Sendo assim, o atacante só seria cedido à seleção para encarar o Chile, dia 10, e Mano o teria diante do Galo, na volta da Copa do Brasil

A informação da liberação de Guerrero foi publicada inicialmente no jornal El Bocón, que definiu o gesto como um 'ato de boa-fé' do técnico uruguaio Pablo Bengoechea (Foto Arena)
A informação da liberação de Guerrero foi publicada inicialmente no jornal El Bocón, que definiu o gesto como um ‘ato de boa-fé’ do técnico uruguaio Pablo Bengoechea (Foto Arena)

Após duas derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, para Figueirense e Atlético-PR, o técnico Mano Menezes está próximo de receber ao menos uma boa notícia. A Federação Peruana de Futebol (FPF) deverá liberar o centroavante Paolo Guerrero do amistoso de sua seleção contra a Guatemala, em 14 de outubro, em Lima.

Dessa forma, Guerrero só seria cedido ao Peru para o clássico com o Chile, no dia 10, em Valparaíso, desfalcando o Corinthians contra Cruzeiro e Botafogo pelo Campeonato Brasileiro. Mano passaria a contar com o centroavante diante do Atlético-MG, no duelo decisivo das quartas de final da Copa do Brasil, no Independência.

A informação da liberação de Guerrero foi publicada inicialmente no jornal El Bocón, que definiu o gesto como um “ato de boa-fé” do técnico uruguaio Pablo Bengoechea. O mesmo diário comemorou o fato de o centroavante se mostrar animado para enfrentar o Chile, apesar de o Corinthians ter solicitado a sua dispensa.

No domingo, o jornal Líbero acrescentou que Guerrero, Vargas, Pizarro e Zambrano não deverão enfrentar a Guatemala por se tratar de um adversário de menor tradição. Assim, o quarteto também poderia retornar do Chile a seus clubes sem precisar enfrentar o assédio da imprensa no Peru.

Na última convocação da seleção peruana, o Corinthians já havia entrado em atrito com a FPF por desejar a liberação de Guerrero. O próprio centroavante fez coro com o clube, afirmando que os compromissos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil eram mais relevantes no momento, porém se retratou em seu país.

Guerrero é considerado peça fundamental para o Peru e para o Corinthians. Mano, contudo, tem tentado evitar valorizar excessivamente o desfalque. Mesmo após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR (com o peruano em campo), o técnico não quis chiar das ausências iminentes dos jogadores convocados por seus países.

“Sempre respeito muito quem está no grupo. Nunca me apeguei a desfalques para justificar isso ou aquilo. Não devemos procurar uma bengala para nos apoiar. Com qualquer formação, a gente deve conseguir fazer jogos que nos possibilitem ter um melhor resultado”, declarou Mano.

Além de perder Guerrero, o treinador novamente ficará sem o zagueiro Gil e o meio-campista Elias, que defenderão o Brasil contra Argentina e Japão, e o armador Lodeiro, a serviço do Uruguai diante de Arábia Saudita e Omã. Até a noite de sábado, o departamento de comunicação do Corinthians ainda desconhecia a notícia da liberação de Guerrero do amistoso entre Peru e Guatemala.

Fonte Fox Sport


Mano recusa ‘bengalas’ para explicar tropeços e quer resgatar atuação contra o São Paulo

ESPN.com.br

O Corinthians perdeu mais uma no Campeonato Brasileiro e despencou na tabela. Antes dentro da zona de classificação para a Libertadores, a equipe se encontra na sétima colocação. Para o técnico Mano Menezes, o elenco não pode procurar desculpas para o momento, definido pelo próprio treinador como difícil.

“Nunca me apeguei a desfalques para justificar derrotas. O nível técnico, o pênalti bobo que fizemos, define uma partida. Isso acontece a favor da gente também. É assim que temos que enxergar. Não podemos procurar uma bengala para nos apoiar. É ter jogos com resultados melhores”, afirmou na coletiva de imprensa no último domingo.

O técnico também foi questionado como fazer para o torcedor ter mais confiança no grupo novamente. Segundo o Mano, o time pode mostrar sua força já no meio de semana, contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil. “Queremos uma atuação como diante do São Paulo, porque assim o torcedor vai crer que a gente continuará na Copa do Brasil”, afirmou.

O treinador também analisou que é hora de uma ‘virada’ no meio campo, setor que, segundo ele, precisa melhorar para criar chances mais claras para a equipe.

“Eu vejo a criação muito mais para os homens de meio do que para a última linha, de atacantes. Porque é no setor de meio campo que você cria. Estamos com dificuldades na transição da penúltima bola, é aí que temos melhorar. Os homens da frente estão esperando essa bola e nós temos que assumir a responsabilidade no setor de meio de campo”, disse.

O clube volta a campo no Brasileiro no próximo sábado (4/10), quando enfrenta o Sport na Arena a partir das 18h30.

Fonte ESPN Br


Homer Simpson é Corinthians! Clube iguala Barcelona e fecha parceria com personagem

Diego Garcia, do ESPN.com.br

ESPN.COM.BR

Homer Simpson fechou parceria com time alvinegro
Homer Simpson fechou parceria com time alvinegro do Parque São Jorge

O Corinthians ganhou mais um torcedor ilustre: Homer Simpson. O famoso personagem, junto a todos os outros da famosa série americana, serão anunciados nesta segunda-feira como os mais novos representantes do clube pelo mundo.

A agremiação fechou acordo com a distribuidora 20th Century Fox e poderá explorar a marca de Os Simpsons daqui em diante. O gerente de marketing do clube, Alexandre Ferreira, confirmou a informação ao ESPN.com.br neste domingo.

Com isso, o time do Parque São Jorge se une a Barcelona, Zenit, Chelsea e Boca Juniors, outros clubes do planeta que possuem contrato de licenciamento com a rede americana, uma iniciativa dos criadores da série para celebrar o 25º aniversário do desenho animado.

Pelo acordo firmado, o Corinthians poderá comercializar produtos com os personagens da série Os Simpsons em suas lojas oficiais. De acordo com o gerente de marketing Alexandre Ferreira, o clube deve divulgar um release nesta segunda-feira com maiores detalhes sobre a negociação, que vinha desde o ano passado.

A parceria da Fox com os clubes de futebol visa promover o famoso seriado, que completa 25 anos em 2014. Os Simpsons é considerada uma das séries de maior sucesso da televisão em todos os tempos e entrou neste domingo em sua 26ª temporada. Desde sua estreia, em dezembro de 1989, já foram exibidos quase 600 episódios.

DIVULGAÇÃO

Bart Simpson com uniforme do Zenit, da Rússia, mais um clube parceiro dos Simpsons
Bart Simpson com uniforme do Zenit, da Rússia, mais um clube parceiro dos Simpsons
DIVULGAÇÃO

Jogadores do Chelsea adaptados aos Simpsons - ingleses são outros acertados com desenho
Jogadores do Chelsea adaptados aos Simpsons – ingleses também acertaram com desenho
DIVULGAÇÃO

Neymar, Messi, Xavi e Iniesta na versão Simpsons - time catalão também tem parceria
Neymar, Messi, Xavi e Iniesta na versão Simpsons – time catalão também tem parceria

Prometendo reação, corintianos dizem não se imaginar fora da Libertadores

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A temporada atual foi a primeira desde 2009 na qual o Corinthians não disputou nem a fase prévia da Copa Libertadores. Fora da zona de classificação à principal competição sul-americana, os jogadores veem repetido o risco de ficar fora dela, embora prefiram não imaginar a possibilidade. O presidente Mário Gobbi também não quer pensar no que seria “uma derrota grande”.

“Para a gente, seria uma catástrofe ficar fora da Libertadores porque perdemos pontos para times que estão abaixo na tabela. Seria muito ruim, principalmente pelo elenco que a gente tem. É um elenco de Libertadores, um elenco forte. Com o respaldo que tem, ficar fora nem passa pela cabeça do jogador, do torcedor e da diretoria”, afirmou o meia Renato Augusto.

“Tivemos essa experiência agora e vimos como é complicado, ruim. Desvaloriza o ano, fica mais complicado financeiramente para o clube. Vamos buscar até o final, onde pudermos, porque não queremos repetir esse fato de ficar fora”, disse o lateral esquerdo Fábio Santos, campeão da Libertadores em preto e branco na temporada 2012, tendo suas palavras repetidas pelo volante Ralf.

Depois de passar boa parte do Brasileiro entre os quatro primeiros, na zona de classificação à disputa continental, o Corinthians caiu para a sétima colocação com as derrotas para Figueirense e Atlético-PR. A distância para o quarto colocado é de três pontos, mas o número de vitórias da equipe alvinegra a impede de alcançar o posto em uma rodada.

A outra possibilidade de voltar à Copa Libertadores é com o título da Copa do Brasil. Após algum sofrimento diante do Bragantino na fase anterior, os comandados de Mano Menezes estão nas quartas de final, contra o Atlético-MG. O confronto começará na quarta-feira, no estádio de Itaquera. De uma forma ou de outra, ficar sem a possibilidade de brigar pelo bi sul-americano seria frustrante demais.

“Não consigo ver o Corinthians fora da Libertadores, não quero ver. Meu compromisso é esse. O Corinthians teve prejuízo neste ano por ficar fora. Os três jogadores que falaram aqui são remanescentes do grupo passado e sentiram na pele o que é ficar fora. Aqui, trabalha-se alucinadamente, diuturnamente, seriamente, para se chegar a esse ponto. É claro que não quero pensar em ficar fora. Isso é uma derrota grande, e eu não quero. Quero o Corinthians na Libertadores”, concluiu o presidente Mário Gobbi.

Fonte GE.Net


Mário Gobbi vê excelência em Mano e se defende: ‘Não sou aventureiro’

Com lista dos títulos sob sua gestão, presidente do Corinthians ‘assume a bronca’, concede entrevista ‘surpresa’ no CT do Timão e sai em defesa do treinador alvinegro

Lucas Faraldo - 29/09/2014 – São Paulo (SP)

Mário Gobbi Filho, presidente do Corinthians, concedeu entrevista coletiva no CT (crédito: Lucas Faraldo)
Mário Gobbi, presidente do Corinthians, concede entrevista no CT (Foto: Lucas Faraldo)

Após a inédita atitude dos jogadores do Corinthians de se reunirem em um trio para defender o trabalho do técnico Mano Menezes, o presidente do clube, Mário Gobbi Filho, concedeu inesperada entrevista no CT Joaquim Grava, na tarde desta segunda-feira, para se defender das críticas que vem sofrendo de parte da torcida alvinegra. A saída do treinador, depois de duas derrotas consecutivas no Brasileirão, foi descartada pelo mandatário máximo do Timão, “marinheiro de muitas viagens”.

– Não há problema (atualmente no Corinthians). Quero tranquilizar a torcida do Corinthians e dizer que aqui se trabalha muito sério, o ambiente é o melhor, o grupo é excelente, a comissão técnica também. Estamos trabalhando juntos com ele (Mano Menezes). Temos de aprimorar e melhorar. Os elementos que temos aqui nos bastam. Nós confiamos em todos eles e todos são competentes à altura do Corinthians. Vamos seguir com o trabalho e creio que tenho muita esperança, confiança e certeza que no final do ano teremos um final feliz – discursou o presidente.

– Quem está falando aqui não é um aventureiro, um marinheiro de primeira viagem. Fui três anos diretor de futebol e três anos sou presidente do Corinthians. Nesses três anos eu participei e fui vice-campeão da Copa do Brasil de 2008, peguei o time na Série B, fui campeão da Série B com 22 pontos de vantagem para o segundo, também tem Campeonato Paulista invicto de 2009, campeão da Copa do Brasil de 2009, campeão invicto da Libertadores, do Mundial e da Recopa. Você acha que se eu tivesse percebido algum problema aqui, eu não teria detectado? – acrescentou o mandatário, com auxílio de uma lista das conquistas impressa em uma folha de papel.

Os protestos – virtuais e presenciais – de torcedores do Corinthians contra a permanência de Mano Menezes foram minimizados por Mário Gobbi. O presidente usou o hoje segundo colocado do Brasileirão, Internacional, como exemplo. Vale lembrar que o Timão, então “na caça” ao líder Cruzeiro, hoje ocupa a sétima posição na classificação, a 13 pontos da Raposa.

– Há duas semanas a torcida do Inter pediu a saída do Abel Braga. Foram ao aeroporto e tudo o que vocês sabem que ocorre no futebol. E a diretoria do Inter acertadamente manteve o Abel e hoje o Inter é o segundo colocado do campeonato. Então o time oscila porque está sendo montado. Há quanto tempo o time do Cruzeiro está junto? Há dois anos e meio – argumentou o mandatário.

Questionado se ainda há esperanças de ultrapassar o Cruzeiro e conquistar, na atual temporada, o hexacampeonato brasileiro, Mário Gobbi não demonstrou dúvidas. A possibilidade de o título não vir, no entanto, “obriga” o Corinthians, na opinião do presidente, a assegurar ao menos uma vaga na Libertadores do ano que vem.

– Queremos ser campeões. Há 14 rodadas pela frente, enquanto a matemática permitir vamos buscar o titulo até o fim. Caso nao dê, a vaga na Libertadores é o compromisso mínimo nosso que eu tenho no clube de recolocar o Corinthians na Libertadores. Isso é um trabalho nosso – afirmou o presidente do Timão.

CONFIRA ABAIXO A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA DE MÁRIO GOBBI NO CT JOAQUIM GRAVA

Acha correto manter Mano Menezes no comando técnico do Corinthians?

Durante o ano todo eu sempre deixei muito claro que seria um ano de reformulação e montagem de um novo grupo. Não se monta time em cinco meses. O futebol é imediatista, mas quem trabalha no futebol sabe perfeitamente que a história do Corinthians dos últimos sete anos mostra que você monta um grupo no mínimo em um ano. Você monta estrutura e no ano seguinte acrescenta detalhes que faltaram e aí passa a ter um time campeão. Foi dessa forma que o Corinthians ganhou todos os títulos que ganhou nos últimos sete anos. Também não foi demitindo treinador que o Corinthians chegou onde chegou. Em sete anos o Corinthians teve dois técnicos. Essa questão de troca de treinador ficou bem firmada quando nosso grupo assumiu o poder no Corinthians. Assim não fosse, o Tite não daria sequência aqui, porque sairia na época do Tolima.

Quais exemplos lhe inspiram a defender a manutenção de Mano Menezes?

Há duas semanas a torcida do Inter pediu a saída do Abel Braga. Foram ao aeroporto e tudo o que vocês sabem que ocorre no futebol. E a diretoria do Inter acertadamente manteve o Abel e hoje o Inter é o segundo colocado do campeonato. Então o time oscila porque está sendo montado.  Há quanto tempo o time do Cruzeiro está junto? Há dois anos e meio. A diferença entre o Cruzeiro e o Corinthians é que o Cruzeiro tem um time montado em dois anos e meio. Nós, quando tínhamos esse time montado em dois anos e meio, ganhamos tudo. Temos de ter paciência nessa transição para o final não sair errado e você não colher os frutos da plantação que teria tudo para ser serena. O futebol requer tempo e a Seleção é a prova disso. Pegamos uma geração que tinha que ganhar sul-americana, Olimpíadas, pife-pafe, xadrez… E queria ganhar Copa do Mundo? Somos (brasileiros) realmente acima de todos… Errado está o futebol lá fora que veio aqui e deu show. Certo estamos nós. Não vamos retroagir o Corinthians atingiu patamar de time campeão do mundo dessa forma, e dessa forma vamos seguir, ainda que esse ano não ganhemos títulos. Mas pode ter certeza que no ano que vem, não estarei aqui, mas o time será campeão.

Quais as diferenças entre o Corinthians de 2014 e o de 2013?

Temos hoje um time forte, já chegamos a um patamar alto. Fiz uma comparação com o ano passado quando nós tínhamos uma equipe já vencedora, campeã, uma seleção mesmo aqui e na mesma rodada do Brasileiro do ano passado, onde gastamos para montar aquele time aquele ano de 2013 R$ 70 milhões de reais, nós estávamos com 34 pontos e em nono lugar e terminamos o campeonato a quatro pontos da zona do rebaixamento. Esse ano nós estávamos há duas rodadas no G4 e estamos só a três pontos do terceiro colocado. Além disso estamos nas quartas de final da Copa do Brasil e temos o Atlético-MG na quarta-feira sendo que no ano passado saímos nas oitavas de final * no Rio Grande do Sul. É difícil montar uma equipe nova com todo mundo jogando dia-a-dia quarta a domingo. Você tem de dar um crédito.

* Mário Gobbi errou. O Corinthians foi eliminado da Copa do Brasil do ano passado na fase quartas de final, diante do Grêmio, no Rio Grande do Sul.

Vê o grupo atual qualificado para brigar por títulos?

Não sou marinheiro de primeira viagem. Se eu detectasse aqui no Corinthians no departamento de futebol algum problema que tivesse causando estes altos e baixos do time, você não tenha a menor dúvida que eu já teria agido. O grupo é unido, é coeso, a qualidade técnica é excelente, a qualidade de caráter, de profissionalismo também. De igual forma tão competente é toda a comissão técnica. É que precisa ter um pouco menos de ansiedade, controlar um pouco isso, dar um pouco de tempo para que as coisas voltem a dar frutos. E voltarão. O Corinthians ganhou todos o clássicos no Brasileiro. Clássicos brasileiros, não somente paulistas. Exceto no Rio Grande do Sul contra o Grêmio no Maracanã contra o Flamengo. Todos os times que estão acima do Corinthians perderam para o Corinthians.

Acredita no título do Brasileirão ainda neste temporada?

Queremos ser campeões. Há 14 rodada pela frente, enquanto a matemática permitir vamos buscar o titulo até o fim. Caso nao dê, a vaga na Libertadores é o compromisso mínimo nosso que eu tenho no clube de recolocar o Corinthians na Libertadores. Isso é um trabalho nosso. E queria colocar que todos os clubes do campeonato passaram por momento assim. Todos os clubes. Não acho justo se fazer um terror. Nós estamos a três pontos do terceiro colocado do campeonato. Temos um grande time e uma comissão técnica que montou esse time.

Como vê a mudança de mentalidade da diretoria do Corinthians após o rebaixamento?

Criou-se uma cultura que nós encerramos com ela. Nessa gestão há sete anos não se troca treinador, exceto se o problema for o treinador. Quando você analisa o trabalho do treinador você tem que ver se ele é líder, chefe, comandante, se ele é pai, se ele tem o respeito do grupo, se sabe tática, técnica, se mexe no time. Não é porque perdeu do Figueirense e fez uma ou outra partida abaixo da média (que vai sair). Senão o trabalho não segue e você não consegue manter sequência. Se quiser voltar para o faz-me-rir, a cada três meses troca técnico, podemos voltar. Mas não comigo. Com esse currículo de títulos, não vou voltar. O Corinthians tinha tradição de ter cinco técnicos por ano. Não voltarei com isso. Isso é um desserviço ao Corinthians.

Como analisa sua trajetória no Corinthians?

Quem está falando aqui não é um aventureiro. Fui três anos diretor de futebol e três anos sou presidente do Corinthians. Nesses três anos eu participei e fui vice-campeão da Copa do Brasil de 2008, peguei o time na Série B, fui campeão da Série B com 22 pontos de vantagem para o segundo, também tem Campeonato Paulista invicto de 2009, campeão da Copa do Brasil de 2009, campeão invicto da Libertadores, do Mundial e da Recopa. Você acha que se eu tivesse percebido algum problema aqui, eu não teria detectado? Não há problema. Quero tranquilizar a torcida do Corinthians e dizer que aqui se trabalha muito sério, o ambiente é o melhor, o grupo é excelente, a comissão técnica também. Estamos trabalhando juntos com ele. Temos de aprimorar e melhorar. Os elementos que temos aqui nos bastam. Nós confiamos em todos eles e todos são competentes à altura do Corinthians. Vamos seguir com o trabalho e creio que tenho muita esperança, confiança e certeza que no final do ano teremos um final feliz.

Por que Mano Menezes tem contrato de apenas um ano, se a intenção do Corinthians é manter o treinador por mais tempo?

Porque desde 2008 nós só fazemos contrato de treinador por um ano. O Tite só fez por um ano, o Mano só fez por um ano e o Adílson só fez por um ano. No caso do Adílson teve problema insolúvel que não vem ao caso revelar aqui, e aí precisamos agir. E trocamos. Não é o caso de hoje.

O que achou da atitude de Fábio Santos, Ralf e Renato Augusto, que concederam entrevista em apoio a Mano e cobraram a vaga à Libertadores de 2015?

Eles foram felizes e são pessoas que representam a expressão da qualidade do nosso grupo, intectual e pessoal. Aqui todos perdem, todos ganham. Não se acha Jesus Cristo aqui no Corinthians. Ontem quem perdeu do Atlético-PR foi diretoria, comissão técnica e jogadores. Quando ganha, ganhamos nós três juntos. Não consigo ver o Corinthians fora da Libertadores. Não quero ver. Meu compromisso é esse. O Corinthians teve prejuízo esse ano por ficar fora da Libertadores. Todos aqui sentiram sentiram na pele o que é ficar fora de uma Libertadores. Aqui se trabalha alucinadamente para se chegar a esse ponto. Então é claro que não quero pensar isso. Isso é uma derrota grande. Quero o Corinthians o ano que vem na Libertadores.

Fifa proibir a ação de investidores na compra e venda de jogadores. Os clubes se prejudicam?

Quando me perguntam isso é como perguntarem sobre o Brasil e o direito. O legislador faz regras. E o brasileiro é especialista em achar uma lacuna para infringir a regra. Exemplo: introduzir rodízio na cidade de São Paulo. Quem tinha um carro, comprou o segundo. Quem tinha um e não pode comprar o segundo, pegou uma fita isolante, mudou o placa e saiu na rua. O que vai acontecer? A lei, por mais casuística que ela seja, por mais que o legislador queira pegar todas as hipóteses, ele não consegue fechar todos os planos. Então o investidor vai comprar um clube e fazer via clube. E ideia é nota dez, apoio, assino embaixo, mas na prática não acredito que ela tenha os efeitos que o legislador diz.

O Corinthians pediu ou pedirá à CBF para não ter seus atletas convocados para amistosos?

Não. Não posso ceifar a carreira de um atleta. O sonho de um atleta é ir para a Selação Brasileira. Não fico feliz com isso e fico perturbando eles aqui e tal. Mas não vou fazer isso com uma carreira de um profissional. O que ele almeja é isso.

Hoje o Corinthians tem Guerrero, Luciano, Ángel Romero e Malcom como atacantes. Acha que houve falha da sua gestão na busca de mais nomes?

Nós não contávamos com a venda do Romarinho que apareceu aí no apagar das luzes. E pouca gente sabe que o Romarinho não foi vendido no ano passado porque eu não deixei vender. Nós tentamos muitos atacantes. Rafael Sóbis, Nilmar e outros nomes que não vem ao caso dizer. Disse aqueles que vazaram e vocês souberam. Só que não se chegou a um acordo para afirmar um contrato. Então não é que fomos pegos de surpresa. Nós sabíamos que precisávamos, fomos atrás e apenas não conseguimos porque estabelecemos um limite que o futebol tem de passar por isso. Um limite de gasto. E isso extrapolava esse limite. Veja que interessante: às vezes sou criticado porque trouxe Pato, trouxe não sei quem e gastou muito dinheiro. Aí você não traz e falam que tem que trazer para montar grande time. Na verdade nós dirigentes, e isso não é pra eximir de culpa dirigentes, é um fato, uma realidade… O futebol chegou muito onde chegou hoje nesse ponto dos clubes estarem com finanças desarranjadas pelo imediatismo do futebol. O dirigente se vê acuado, às vezes ameaçado, e acaba gastando além do que deveria para dar uma resposta e ter paz para administrar o clube, mas a culpa é nossa. Esse é um componente pesado.

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/corinthians/Mario-Gobbi-Mano-Menezes-Aventureiro_0_1220878000.html#ixzz3EkS1V4d5
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!


Corinthians: STJD julgará briga de facções na Arena nesta sexta-feira

Membros da Camisa 12 e da Pavilhão 9, duas facções organizadas do clube, brigaram entre si no clássico contra o São Paulo. Ato pode render perdas de mando ao clube

LANCEPRESS! - 29/09/2014 – São Paulo (SP)

Corinthians x São Paulo (Foto: Eduardo Viana/ LANCE!Press)
Torcedores brigaram no clássico Corinthians x São Paulo (Foto: Eduardo Viana/ LANCE!Press)

A confusão entre membros das facções Camisa 12 e Pavilhão 9 no clássico contra o São Paulo, no último dia 21 de setembro, será julgada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta sexta-feira, a partir das 10h (de Brasília), no Rio de Janeiro. Além disso, um isqueiro foi lançado no gramado e acabou relatado na súmula.

Denunciado pela procuradoria do STJD, o clube foi enquadrado nos “artigos. 213, I, III, §1º, do CBJD c/c 69-B do RGC de 2014, tudo na forma do art. 184 do CBJD”, que levam ao risco da perda de mandos, que pode chegar até a 20 jogos. Fábio Santos e Álvaro Pereira, expulsos, e Souza, que acusou a arbitragem de favorecimento ao rival, também serão julgados.

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/corinthians/Corinthians-STJD-Arena_Corinthians-torcidas_organizadas_0_1220877973.html#ixzz3EkRcSroO
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 54 outros seguidores